Incoerências de Trigueirinho – um esboço

Como recentemente recebi um comentário neste blog em que o camarada dizia que não achava que Trigueirinho fosse incoerente (como se incoerência fosse simples “achismo”!), dedicarei o presente post à apresentação de mais algumas das inúmeras contradições do “mestre” de Figueira, complementando as já apresentadas nos posts indexados sob a tag “incoerências” (aqui).

Sobre o raio manifesto pela alma
Na palestra “Mais Luz sobre o Estudo dos Raios” (Set/2005), da série “Reflexões”, é dito que nossa alma pode manifestar qualquer raio, contradizendo a palestra “Parar de Pedir” (Jul/1985), onde é dito que nossa alma manifesta apenas o 1o. Raio (vontade-poder).

Sobre “pedir”
Em algumas palestras, como “A Nova Tarefa” (Nov/1999), da série “Reflexões”, Trigueirinho diz para pedirmos proteção e auxílio ao nosso eu superior, contradizendo também a já mencionada palestra “Parar de Pedir” (Jul/1985), onde ele fala que pedir, seja o que for, é sempre desviar da meta espiritual.

Sobre o “matrimônio interno”
No livrete “Matrimônio Superior” (1997, baseado em palestra de Set/1983), Trigueirinho diz que uma personalidade já equilibrada e amadurecida não apresenta preferência por nenhuma forma de vida em especial (seja a solitária, a que se tem a colaboração de um outro ser, ou a grupal). Mas já ouvi em mais de um CD ele dizendo que a união grupal seria a forma de vida mais evolutiva…

– Sobre a “Operação Resgate”
No livro “ERKS – Mundo Interno” (1989) é apresentada como algo real, a acontecer de fato; já em certa parte do livro “A Hora do Resgate” (1991) é apresentada apenas como algo simbólico…

– Sobre julgamentos
Trigueirinho ressalta que nunca devemos julgar, mas não poupa julgamentos aos emotivos, aos mentais, etc., chegando até mesmo a ironizá-los.

Sobre o nível da alma
Na palestra “Naves, Leitura Espiritual, Nova Humanidade” (Nov/2005), Trigueirinho diz que a alma da humanidade atual está no nível mental, na parte alta do mental, contradizendo o que foi dito nos livros “ERKS – Mundo Interno” (1989) e “Contatos com um Monastério Intraterreno” (1994), ou seja, que a alma estaria em um nível além do mental.

Sobre os mundos intraterrenos
No livrete “Transforme-se” (1997, baseado em palestra de Set/1989) e na pág. 91 do livro “Contatos com um Monastério Intraterreno” (1994), é dito que os mundos intraterrenos estão todos em planos suprafísicos, enquanto um pouco mais acima na mesma página deste livro e também em “ERKS – Mundo Interno” (1989) há referências a mundos intraterrenos físicos…

Sobre as ocorrências necessárias para que a “cidade intraterrena” ERKS seja fotografada
À pág. 7 da obra “ERKS – Mundo Interno” (1989) está escrito: “… ERKS, entretanto, torna-se visível esporadicamente para ser fotografada”. Ora, se ERKS é uma cidade intraterrena física, como alega fantasiosamente Trigueirinho no livro, para ser fotografada o que deveria acontecer é uma desmaterialização da faixa terrestre que a ocultaria de nós, algo bem diferente de a cidade tornar-se visível esporadicamente para ser fotografada…

Sobre os habitantes da suposta cidade intraterrena ERKS
Pág. 22 de “Sinais de Contato” (1989): “… ERKS, grande centro intraterreno situado em Córdoba e habitado por cerca de 18000 seres com manifestação física e por outros que vivem em planos sutis”.
Pág. 23 do mesmo livro: “… esse centro ocupa 22 quilômetros quadrados, mas não é visível fisicamente, a menos que se materialize ou envie algum reflexo de sua existência para o plano físico da superfície”.
Ora, se há em ERKS seres com manifestação física, é uma consequência natural que a tal cidade intraterrena seria também física. Logo, é um contrasenso dizer que ela precisaria se materializar para ser vista.

Sobre o estágio evolutivo dos supostos mundos intraterrenos
Pág. 31 de “Sinais de Contato” (1989): “Todavia, existem intraterrenos que estão, em termos de desenvolvimento de consciência, vários graus abaixo da humanidade de superfície”.
Pág. 118 de “Contatos com um Monastério Intraterrenos” (1994): “Mundos Intraterrenos. Mundos existentes nas camadas suprafísicas interiores do planeta. Neles habitam civilizações com grau evolutivo superior ao da humanidade de superfície da Terra.”

Anúncios

Tags:

12 Respostas to “Incoerências de Trigueirinho – um esboço”

  1. Celeste Says:

    EU SOU O EU SOU 1
    PAZ

    Oi Adm.
    Gostei muito do seu blog como uma oportunidade de ver outras experiências pra nós compartilharmos. Pra falar a verdade, dá até um alívio ce saber que não é o único que apesar de tudo continua a questionar, sem obediência cega. A experiência singular em Figueira pode ser tanto maravilhosa como traumática e dolorosa e devastadora, que parece se apresentar nas muitas pessoas que frequentaram e frequentam esta comunidade.
    Do mesmo jeito que voce Agradece por ter entrado lá, voce Agradece por ter saído ! É tudo mais uma ilusão que pagamos com a moeda que nós mesmos cunhamos, né ?!
    Acho que o mais importante não é o fato de contradições verbais e escritas, pois tudo muda a todo momento e nada está escrito em pedra e pronto. Mas o problema é a contradição quando o discurso diz uma coisa e a prática é oposta ! Aí sim o problema começa e termina, porque demora pra gente aceitar que um lugar que amamos como sagrado vive na dualidade da terceira dimensão e que onde haveria Luz portanto há trevas ! Não queríamos ver as trevas na Figueira que sonhávamos e aspirávamos, que dor profunda sentimos ver a nossa ilusão e a nossa esperança aqui na Terra de uma “Nova Humanidade” ser de fato a “Velha Humanidade” e que tudo não passou de uma ilusão, de um vislumbre do que o meu Eu Divino almeja… Ah, como doeu ver que a ilusão foi minha ! Uma vez voce questione este fato de que a prática não existe, voce passa a ter uma sigla no seu cadastro na Secretaria que significa que voce não é bem-vindo, assim como existe a sigla CM = come muito, RM = ronca muito, NM = não marcar, I = ignorar, etc, deveriam tb acrescentar a sigla PM = peida muito, né ?!
    O livre arbítrio e o desejo do Divino Encontro nos leva até lá, e aos desprevenidos fica mais difícil sair.
    Quanto aos répteis de lá, com certeza estão presentes lá como em todos os lugares do planeta, transfigurados na forma humana, mas são shapeshifters e portanto há momentos em que se revelam. Todos nós seremos desmascarados em 2012, quando NINGUÉM mais neste planeta poderá enganar o outro nem a si próprio. A VERDADE se revelará, e ficaremos MUITO surpresos com tudo que acreditamos ser e não é, né, vai ser um Deus nos acuda, conhecido como Great Deception ! Vamos lá, gente, rumo à Libertação !!!! Os véus e as máscaras vão cair – bom, já tão caindo, né, gente ?! – queremos ver ÍSIS SEM VÉU algum. Que cada um desperte na Luz Vibral do seu EU SOU antes do Gran Finale ! Mas, gente, não deixem de questionar TUDO, e se a indicação for não questione, obedeçam ! Por favor, irmãos, não sejam bobos, desconfiem, e com força, porque devemos obedecer somente, única e exclusivamente, o nosso Eu Interno, o nosso Coração, a nossa Intuição, o resto é tudo ilusão da mente e manipulação ! Fiquem espertos e pensem sempre nisto, contamos com a ajuda dos nossos guias internos, que REALMENTE trabalham incondicionalmente para a nossa evolução, não nos manipulam nem interferem subliminarmente no nosso livre arbítrio, temos tb toda a Irmandade Branca e o Criador Primordial.
    Gente, no mundo espiritual não existe hierarquia como queremos entender e queremos obedecer aqui na terceira dimensão, esta idéia de hierarquia terrestre é uma caricatura trágica, cômica e patética, um fiasco típico da dualidade, da dominação e manipulação que já levou milhares à loucura e à morte. Contemplemos sempre a LIBERTAÇÃO de tudo e do que quer que seja e de quem quer que seja ! Vivamos completamente a MORTE DOS MESTRES, ninguém pode a esta altura ser mestre externo de ninguém, nem aparições nem nada ! BUSCAR DENTRO, esta é a LEI, gente. E lembremos de que esta historinha de não se fazer o que se fala é a prova clara de que algo ali não tem a ver com a VERDADE ! Então, me inclui fora desta, gente !!!! É a forma mais inteligente, prática e simples de lidar com isto. Sem medo e sem culpa; isto é coisa da terceira dimensão, gente, e nós tamos já fora desta !
    Não acreditem neste papinho de eleitos escolhidos, tudo isto é balela do passado, da Era de Peixes, estamos na Era de Aquários, e busquemos então a UNIDADE, todos nós somos eleitos, escolhidos e amados pelo Pai Criador, e não é uma grupo de humanos que vai decidir quem vai ou não ser resgatado, tudo isto é ilusão da mente, gente, ACORDEM ! Fiquem atentos ! A Ascenção é PARA TODOS !!!! SOMOS TODOS UM !
    Um abração e muita Luz para todos nós, inclusive para aqueles que, na ilusão dos ditos “eleitos”, fazem muitos de nós sofrer a síndrome da exclusão.
    Luz para todos os répteis tb, que fazem a sua tarefa de nos testar, até quando EU SOU O EU SOU !

    Celeste

    • Admin Says:

      Olá, Celeste. Agradecido pelo comentário. Só gostaria de ressaltar que não é bem certo que “tudo muda a todo momento e nada está escrito em pedra”, como disseste. Os 6 últimos pontos que ressaltei na postagem, por exemplo, não poderiam ser explicados devido às mudanças que o tempo impõe. Já sobre a “operação resgate”, até se poderia dizer que em 1989 ela era tomada como algo real e em 1991 ocorreu uma mudança de planos e ela passou a ser algo simbólico. Acontece que há livros e palestras posteriores de Trigueirinho em que ele volta a falar de uma “operação resgate” física! É só procurar que você encontra. Inclusive recentemente, em uma das “profecias” de Mainhdra, a suposta entidade falou nisso, em um resgate físico, por naves. Quanto aos 3 primeiros pontos apresentados, de fato haveria possibilidade de uma mudança em decorrência do tempo. Acontece que a Irdin (editora responsável pela publicação das palestras de Trigueirinho) tem relançado os áudios das palestras antigas dele em CD. Ora, se o ensinamento já é outro, por que motivo estes relançamentos?… A cegueira é tanta que eles não percebem a contradição!… Ou talvez os bobos sejamos nós, e eles, mesmo sabedores da possibilidade de incoerências, ainda assim não abrem mão do relançamento de palestras antigas de Trigueirinho em CD, porque sabem que tem gente interessada em ouvir tudo o que sai pela boca dele, e essa gente compra ($$$) os CDs…

  2. Léa Gonçalves Simões Says:

    Somente nesta data conheci o site e não fiquei admirada com o conteúdo, sei bem do embate entre a construção e a destruição, chocada sim, tendo em vista o palavreado vulgar que a maioria dos “comentaristas” usa. Por que tanto ódio, tanta vulgaridade nos “comentários” sobre FIGUEIRA e TRIGUEIRINHO? A psicologia explica de forma clara o sentimento incontido de aversão acompanhado da “vontade” de destruição. Quem frequenta FIGUEIRA exerce um direito de escolha que deve ser respeitado pelos “ferozes defensores da ingenuidade ou falta de inteligencia humana”. Nós fazemos parte deste grupo e nos atrevemos a sugerir que não gastem seu tempo destruindo, construam, que tal um blog que discuta, opine e pesquise sem rancor a Ética, a Moral, o Caráter dos dirigentes do nosso País, ou sobre o desrespeito de que são vítimas os animais?
    Gratidão pela oportunidade.
    Léa Gonçalves Simões

    • Admin Says:

      Igualmente, sei bem da diferença entre a construção e a destruição, principalmente entre a construção para o Mal e a destruição para o Bem… Ou a senhora ignora que necessário se faz destruir o que é ruim para o que o Bem floresça com mais vigor?… Quanto à tua sugestão, declino o convite. Já são muitos os blogs que tratam dos temas indicados, que de fato merecem nossa atenção, mas penso que mais importante do que criticar erros evidentes é denunciar “lobos em pele de cordeiro”, como Trigueirinho…

      • Aprendiz Says:

        Compartilho da opinião do Admin, pois mesmo o Cristo não deu a outra face em todas as situações. Aos vendilhões do templo deu o peso de sua mão e o rigor de seu julgamento.

  3. John Says:

    “– Sobre o estágio evolutivo dos supostos mundos intraterrenos

    Pág. 31 de “Sinais de Contato” (1989): “Todavia, existem intraterrenos que estão, em termos de desenvolvimento de consciência, vários graus abaixo da humanidade de superfície”.
    Pág. 118 de “Contatos com um Monastério Intraterrenos” (1994): “Mundos Intraterrenos. Mundos existentes nas camadas suprafísicas interiores do planeta. Neles habitam civilizações com grau evolutivo superior ao da humanidade de superfície da Terra.””

    Não há aqui incoerência pois existe tanto um quanto o outro.

    • Admin Says:

      Há incoerência, sim, pois, referente ao que consta em “Contatos com um Monastério Intraterreno”, em se tratando de uma definição, se há também intraterrenos primitivos (conforme declarado em “Sinais de Contato”), isto deveria estar explicitamente mencionado; do contrário, subentende-se naturalmente que os habitantes dos mundos intraterrenos seriam todos superiores em grau evolutivo aos habitantes da superfície da Terra, o que contradiz a informação de “Sinais de Contato”.

      • John Says:

        Em “Conversas especiais – 24” (68/24/Pt/ CD) Trigueirinho responde: “Nós não tratamos das civilizações não evoluídas. Elas existem no lado interno da Terra, assim como existem na superfície da Terra. Mas nós não nos ocupamos de civilizações não evoluídas. Existem sim, inclusive seres prisioneiros, na parte interna da Terra, prisioneiros dentro de cristais. […] Nós não tratamos destes assuntos. Nós tratamos só das coisas positivas, das coisas evolutivas. […] Há grupos específicos para este trabalho [ de lidar diretamente com seres involutivos intraterrenos ], inclusive Khuthulli […] de forma que cada coisa no seu lugar, compreende? Isso dizem os próprios instrutores. Cada coisa no seu lugar. […]”

        Enfim, podemos até discutir se houve uma falha técnica ou não dele em nem mencionar estes seres na obra “Sinais de Contato”, afinal, ele é um ser humano e, portanto, os seus livros não são perfeitos. Mas acho que a partir desse áudio dá pra entender melhor o porquê dele nem ter citado estes seres onde teve a oportunidade.

        Agora, comentando as outras controvérsias…

        “– Sobre o raio manifesto pela alma”

        Isso deve ter acontecido porque existem dois níveis de raios (em se tratando dos sete primeiros). Em um nível, existem os sete; em outro nível, mais superior, só existem os três primeiros. Creio que aqui ele pode estar somente repassando o ensinamento do tibetano ( Djwal Khul ); teria que ler os livros dele e investigar.

        ” – Sobre “pedir” ”

        Teve uma partilha que apontaram justamente essa controvérsia e pediram pra ele explicar. Ele disse que “não pedir” se aplica a seres que já se consagraram, que são iniciados e já estão além do nosso nível de consciência e evolução. Mas nós, no nosso estágio, ainda podemos pedir coisas como auxílio e proteção ao Eu Superior. Para um ser iniciado, isso seria redundante, porque para ele não há mais distinção entre o ego e o Eu Superior.

        Mas ele sempre orientou as pessoas a não ficarem no nível de oração mais comum, onde se pedem coisas materiais, como curas de doenças, arrumar emprego, casamento, etc.. Naquela série Poderes da Oração ele fala bastante desse assunto.

        Em suma, eu teria que ver o contexto de “pedir” com mais detalhes pra responder essa.

        ” – Sobre o “matrimônio interno” ”

        Quando li isso eu também estranhei. Estranhei no sentido de que certas coisas ele deixou de falar ( o que pode ter sido proposital, já que esse livrinho é bem pequeno e tem um público de leitores mais amplo que os livros sobre centros planetários, por exemplo ). Já escutei numa partilha o seguinte, por exemplo: só tem o destino de servir a Deus através do matrimônio os casais que desde criança sabem que há uma outra pessoa e se conservam virgens até encontrar este outro. Os demais estão fazendo experiências cármicas e uniões de aprendizagem.

        ” – Sobre a “Operação Resgate” ”

        Esta aqui pra comentar eu realmente teria que ler a citação onde ele diz isso no “A Hora do Resgate”, porque a Operação Resgate é colocada como uma coisa real em todo livro e partilha dele que eu já li e escutei.

        “– Sobre julgamentos”

        Já pensou que talvez ele também esteja dizendo estes ensinamentos também para ele mesmo? (rsrs) Ele é um ser humano como qualquer outro.

        “– Sobre o nível da alma”

        Quando o Trigueirinho fala “mental”, pode ser uma entre três coisas: mental concreto, mental abstrato ou o nível mental cósmico. Então ele pode ter dito que a alma está além do mental (concreto), e está no mental (abstrato).

        Mas a coisa complica mais um pouco, porque ele também diz que a alma está subindo do mental abstrato pro intuitivo e o mental está se fundindo ao emocional (criando o conjunto kama-manásico) com a reestruturação dos níveis de consciência.

        A controvérsia a respeito de ERKS está mais ou menos nesta mesma linha. “Físico” pode ser o físico e/ou etérico e/ou astral e/ou mental, ou o nível físico cósmico, que vai do mais físico até a mônada.

        Agora é minha vez! Vou apontar o que eu realmente acho que são “incoerências”, ou, pra usar um termo mais leve, momentos em que o Trigueirinho resolve mudar de opiniões.

        Exame de consciência: em uma partilha, ele diz que exame de consciência é coisa do passado; em outra, alguns anos mais pra frente ( já na fase “católica” do trabalho ), ele diz que devemos fazer exame de consciência todos os dias antes de dormir.

        Anticoncepcionais: Em uma partilha ele disse que não sabe se isso é errado ou não, que a pessoa que você impediu de encarnar vai descer pra cá por outro canal e vai ser sua inimiga, e que por isso você tem que treinar para não ser inimigo de ninguém, meio que em tom de brincadeira, e as pessoas no auditório dão risada e tal. ( Essa eu não lembro qual, procurem ). Já em “Do aborto ao sacramento do silêncio” ( 41/21/Pt /CD ), perguntam pra ele se, quando a Mãe Divina diz nas Aparições que está preocupada com as almas que não conseguem encarnar, ela se refere também aos anticoncepcionais, e ele responde que sim, e que há muita falta de humanidade e de seriedade sobre esse assunto.

        Não sei se isso é “incoerente”, mas o Trigueirinho realmente mudou com os anos. Ficou, com o perdão da imprecisão e controvérsia do termo, mais “católico”, o que pra quem tem afinidade com isso pode ser até uma boa notícia.

        Pra finalizar, vou deixar um conselho do próprio Trigueirinho: Não busquem instruções fora de vocês, orem mais para encontrá-las em seu próprio interior! Orem! Os instrutores são humanos, e são iguais a você aos olhos de Deus. Transmitem instruções imperfeitas, podem dizer coisas demais ou coisas de menos do que você precisa ouvir. Podem inclusive errar! Só do seu interior é que pode vir a instrução verdadeira e na medida correta. Mas aí precisa tomar a decisão de realmente querer buscar o seu interior, o que é muito raro.

        “O caminho que pode ser descrito não é o verdadeiro caminho.”
        ( Tao Te Ching )

        “Tenhais confiança não no mestre, mas no ensinamento.
        Tenhais confiança não no ensinamento, mas no espírito das palavras.
        Tenhais confiança não na teoria, mas na experiência.
        Não creiais em algo simplesmente porque vós ouvistes.
        Não creiais nas tradições simplesmente porque elas têm sido mantidas de geração para geração.
        Não creiais em algo simplesmente porque foi falado e comentado por muitos.
        Não creiais em algo simplesmente porque está escrito em livros sagrados; não creiais no que imaginais, pensando que um Deus vos inspirou.
        Não creiais em algo meramente baseado na autoridade de seus mestres e anciãos.
        Mas após contemplação e reflexão, quando vós percebeis que algo é conforme ao que é razoável e leva ao que é bom e benéfico tanto para vós quanto para os outros, então o aceiteis e façais disto a base de sua vida.”
        ( Gautama Buddha – Kalama Sutra )

        • Admin Says:

          John, Trigueirinho deixou de citar os tais “intraterrenos involuídos” em “Contatos com um Monastério Intraterreno”, não em “Sinais de Contato”.

          Sobre o “raio manifesto pela alma”, se estivesse em questão essa história dos “níveis”, Trigueirinho deveria ter dito isso claramente. Não o fez.

          Sobre “pedir” — escute as palestras citadas! –, em nenhum momento ele levanta esse adendo (seres consagrados, iniciados, etc.), portanto a contradição é inegável.

          Trecho de “A Hora do Resgate” em que Trigueirinho coloca a coisa apenas em plano simbólico:
          “A Evacuação Planetária não é um fenômeno externo: é a consumação do ingresso, em grande escala, nos níveis de realidade sutis e sacros. O que pensais que se passou com todos os indivíduos que alcançaram a iluminação? O que chamais de santificação nada mais é que a vivência do processo de Evacuação, onde a consciência material dos veículos sutis do indivíduo passa a contatar planos acima daqueles onde as forças da ilusão atuam.”
          Mas é de se notar que em outras partes do livro ele fala em uma “evacuação planetária” (fruto da tal “operação resgate”) *física*… Ou seja: não conseguiu ser coerente nem mesmo dentro de uma mesma obra!

          Sobre o “nível da alma”, me desculpe, mas você está se desdobrando demais pra tentar salvar alguma unidade no ensinamento. Em nenhum momento ele se referiu ao “mental cósmico” (o que nem mesmo faria sentido em quaisquer dos contextos). Então, se alma está no mental (como dito em uma das palestras citadas), ela está *no máximo* no mental abstrato. Por outro lado, se está além do mental (como dito na outra palestra), está *além* do mental abstrato. Ponto. Contradição!

          Sobre a possibilidade de que, nos livros “ERKS” e “Sinais de Contato”, “físico” possa significar “físico e/ou etérico e/ou astral e/ou mental, ou o nível físico cósmico, que vai do mais físico até a mônada”, mais uma vez você se desdobra a mais não poder. Consulte novamente as obras. Não há qualquer margem para esta “interpretação” nelas. Aliás, dos próprios trechos de “Sinais de Contato” que transcrevi na postagem fica bem claro este ponto, ou seja, que “físico” significa “físico” mesmo, no sentido mais comum da palavra.

  4. Carlos Ribeiro Says:

    Trigueirinho tem dois lados, um bom e um ruim, como tudo na vida. O lado bom é o universo de informações que ele nos dá acesso. O lado ruim são as opiniões e interpretações dele, sua insensibilidade com os outros. Ele já disse num dos livros que aqueles ensinamentos poderiam “quebrar” (dando exemplos) pessoas não preparadas ou em outros caminhos. Mas geralmente se esquece disso. Os seus pontos de vistas e posturas não possuem nada de desinteressados e não-egoístas, como ele propõe. Há um egoísmo sutil em tudo. Mas sempre resta o caminho do estudo das informações, de suas fontes e de outras. E há gente pior que ele, defendendo ensinamentos rançosos no modo religioso ou ainda pior, como é típico de certa corrente muito comum no Brasil, e que só leva a alienação e idéias podres e rançosas. Resta a nós sabermos o que fazer com o conhecimento e chegarmos ao real e ao adequado, sem nos deixarmos manipular por ele, seus mentores ou quem quer que seja.

  5. Kellin Says:

    Olá! Para entender ERKS sugiro uma viagem a Capilla Del Monte, Córdoba, Argentina. Lá poderá falar com Ricardo González, Ezequiel Sanches e Ariel Pro. Terá também a oportunidade de visitar a “Puerta del Cielo” e repensar os seus conceitos. Paz e luz em seu caminho. Gratidão.

  6. Karen Says:

    Boa noite.
    Creio que, se alguém aqui encontrou a verdade sobre o fatos, que instrua os demais com o próprio exemplo.
    Qual é o objetivo afinal?
    Provar que alguém está errado ou certo?
    O que você faz com as lições que aprende?
    Usa isso para a instrução dos seres ou parar tirar-lhes o chão?
    Enquanto houver necessidade de ter razão sobre algo ou alguém, é muito difícil encontrar o caminho da Alma.
    Compreendo e respeito cada opinião, porém, acredito que se a contestação ou aprovação de qualquer coisa é vazia, ou basta-se por si mesma, você não está sendo útil para o Plano.
    Seja Trigueirinho, Madre Teresa, Prem Baba, todos eles estão se doando para o seu chamado interior.
    Gaste seu tempo edificando e pergunte ao seu Espírito qual é o SEU caminho e a SUA tarefa.
    Abraço.

Deixe um comentário! (Atenção: se estiver fora de contexto ou buscar atingir simplesmente a pessoa do administrador do blog ou outros comentaristas, sem se ater às postagens ou aos comentários propriamente ditos, não será publicado.)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: